Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!

Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!
Clique na foto e seja levado à nossa loja com mais de 5.000 biquínis

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Biquínis mais comportados e tomara que caia são os hits do verão


Mulher

Biquínis mais comportados e tomara que caia são os hits do verão

Grifes e camelôs apostam em ombros nus e calças com laterais largas

terça-feira, 19 de janeiro de 2010 11:02
Adaptado de G1

  • Notícia

Crédito/Divulgação
Biquínis mais comportados e tomara que caia são os hits do verão
Nas lojas, as grifes apostam no tomara que caia e nos modelos mais comportados, mas o modelo de lacinho mantém seu espaço nas coleções

Biquínis mais comportados, cores fortes e tomara que caia – hit nas areias – vêm fazendo a cabeça e o corpo das cariocas a caminho do mar neste verão.

Moda que não se restringe às vitrines e é vendida até na areia, por ambulantes como Francisco Almeida, de 28 anos, que carrega um guarda-sol com dezenas de modelos pendurados.

“O tomara que caia é uma febre no Rio, mas o de cortininha vem em segundo lugar. E tem também o ‘cortinão’, outra novidade que tem muita procura também”, conta o vendedor, que há seis anos vende seus produtos em Copacabana, na Zona Sul do Rio.
Assim como o tomara que caia, o sucesso do “cortinão” – com mais tecido e direito a bojo no sutiã – comprova a tese dos consultores de moda de que muitas cariocas estão optando por peças maiores e mais confortáveis à beira-mar.
“Pelo conforto e pela beleza, a carioca está aprendendo a usar biquínis maiores”, diz a consultora de moda Helen Pomposelli.
Calcinhas maiores
Jamille Magalhães, da equipe de criação da Água de Coco, conta que a marca apostou em calcinhas maiores, incluindo modelos com faixas. “É bom para disfarçar as gordurinhas. Não marca tanto na lateral como as laterais mais fininhas”.
Jacqueline de Biase, estilista e dona da Salinas, também lembra que as modelagens maiores são um trunfo para aquelas que querem disfarçar alguns quilos a mais. “Para as gordinhas, os modelos maiores cobrem de forma sutil as gordurinhas. Para as de quadril largo, o melhor são os que têm nó ou laço largo nas laterais, para disfarçar o quadril”.
Para Patrizia Simonelli, da equipe de estilo da Cia. Marítima, eles podem ser grandes ou pequenos: o importante é vestir bem.
“Precisa vestir bem e de acordo com o biotipo de cada uma. Cada pessoa escolhe o que mais gosta, algumas mulheres preferem usar um biquíni maior e outras já amam os pequenininhos”, diz.
Yamê Reis, diretora de estilo da Cantão, acredita que, apesar da tendência de biquínis maiores, a brasileira ainda gosta de modelos pequenos. Por isso, o clássico modelo de lacinho ainda tem seu lugar ao sol nas coleções e nas areias do Rio.
“Nossa coleção tem modelos nas duas linhas, com lateral mais larga e o de lacinho. A gente tem que atender a todas as necessidades das clientes”, explica.
Já quando o assunto é cor, as grifes – e também os ambulantes - apostam em tons fortes, como azul cobalto, coral, amarelo, turquesa e até na estampa arco-íris.
“Existe uma corrente de pessoas que estão aderindo ao biquíni cor de pele, mas isso deve pegar mais no próximo verão”, ressalta Helen Pomposelli.
Vestidinhos e camisetas longas para a saideira
A turista Henriette Censon, de 30 anos, conta que prefere cores cítricas e modelos de cortininha. “O tomara que caia eu não gostei porque é desconfortável, você tem que ficar ajeitando sempre o biquíni”, que é do Mato Grosso e está passando as férias no Rio.
Para a hora da saideira, a dica é optar por vestidinhos ou “maxi regatas” para o pós-praia. Os modelitos brancos, que já estavam em alta no verão passado, continuam vendendo que nem água, por cerca de R$ 20, nas areias da Zona Sul.
Veja mais dicas para não errar na moda praia
“O biquíni com brilho só combina no verão se for bem de leve, um detalhe para valorizar o biquíni. Nada de paetê brilhante, nem exageros”, ensina Jacqueline de Biase, da Salinas.
"Quem tem seios maiores deve optar por modelos tomara que caia com arco, para dar sustentação. Já quem tem seios menores pode optar pelos de bojo", diz Jacqueline.
Para Yamê Reis, da Cantão, toda mulher deveria ter um tomara que caia no guarda-roupa. “É forte porque não deixa marca. Mas, às vezes, para quem quer jogar um frescobol, o tomara que caia pode ficar incômodo, então vale um fio para segurar”.
Apesar da tendência de cores como coral e turquesa, o preto continua eterno, diz Patrizia Simonelli, da Cia Marítima.
Postar um comentário

Google+