Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!

Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!
Clique na foto e seja levado à nossa loja com mais de 5.000 biquínis

domingo, 2 de maio de 2010

OBESIDADE - COMO COMBATER ESSA DOENÇA?

A Luta contra a Obesidade, faz necessária a reflexão sobre o mal que está se tornando um dos maiores problemas de saúde pública no mundo.

São mais de 1 bilhão de pessoas acima do peso no mundo e cerca de 300 milhões de obesos, segundo a Organização Mundial de Saúde. Sendo assim, ela já é considerada uma epidemia no mundo. No Brasil, segundo dados de 1989 eram obesas cerca de 32% da população adulta.

A obesidade é uma doença crônica definida pelo excesso de gordura corporal. Ela ocorre quando a ingestão calórica é maior do que o gasto calórico. A predisposição genética influencia bastante, mas os fatores culturais e ambientais são os mais importantes para a ocorrência da obesidade.


“A obesidade é uma doença crônica definida pelo excesso de gordura corporal”

Além das dificuldades sociais e psicológicas que ela acarreta, encontram-se os problemas físicos e metabólicos que estão ligados a essa doença, como resistência à insulina, comprometimento respiratório, problemas de pele, infertilidade e doenças musculoesqueléticas, como osteoartite, por exemplo.

É ainda fator de risco importante para determinadas doenças crônicas como hipertensão arterial, diabetes tipo 2, dislipidemia (aumento das gorduras sangüíneas), doença cardiovascular e alguns tipos de câncer, como da mama, cólon do útero, próstata, endométrio, rim e vesícula biliar.

Todas essas doenças recorrentes da obesidade requerem um alto custo da atenção à saúde, o que leva os órgãos de saúde a se preocuparem e tentarem prevenir o problema.

As causas principais da obesidade são diminuição da atividade

física, devido às comodidades da vida moderna, além de trabalhos que cada vez mais requerem um menor esforço físico, e aumento

do consumo de alimentos de alta densidade calórica, ricos em gordura e calorias. Esses alimentos na maioria das vezes são

pobres em nutrientes e somente contribuem para o aumento de peso.

Mas e como é feito o diagnóstico de obesidade?

O meio mais utilizado é o IMC – Índice de Massa Corporal, onde é dividido o peso pela altura ao quadrado. Um valor acima de 25 Kg/m2 indica sobrepeso e valores acima de 30 kg/m2 indicam obesidade.

A Organização Mundial de Saúde sugere estratégias de combate a essa doença onde as políticas públicas deveriam visar a prevenção da obesidade, a manutenção de peso, controle de co-morbidades e controle do peso.

No Brasil, existem hoje os Guias Alimentares da População

Brasileira. Um material educativo voltado para a alimentação de crianças menores de 2 anos e também para população maior de

2 anos em breve. Assim, as pessoas possuirão maior informação

sobre alimentação saudável e prevenção de doenças como a obesidade.

Para evitar o aumento das estatísticas, o ideal é incorporar hábitos saudáveis, como os descritos abaixo:

- Aumento no consumo de hortaliças, frutas, leguminosas e

alimentos integrais, ricos em vitaminas, minerais e fibras.

- Diminuição do consumo de frituras, doces, carne vermelha e salgadinhos, alimentos ricos em gordura saturada.

- Praticar atividades físicas regularmente, aumentando o gasto energético e contribuindo para a eliminação de peso e manutenção da saúde.

- Diminuir o consumo de álcool e refrigerantes, dando preferência

à água e sucos naturais.

- Faça várias refeições ao dia, que contribui para uma maior saciedade, além de um melhor trabalho do organismo.

Com esses hábitos, todos ganham e espantam a obesidade.

http://cyberdiet.terra.com.br/cyberdiet/colunas/041011_nut_obesidade.htm

Postar um comentário

Google+