Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!

Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!
Clique na foto e seja levado à nossa loja com mais de 5.000 biquínis

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Biquinis atacado e varejo da coleção 2011 Compre nas nossas Lojas do Guarujá



O que é um biquíni? É uma roupa de banho feminina formada por duas peças. Uma delas é utilizada para cobrir os seios. A outra é utilizada para cobrir a púbis e (um pouco) da nádega. A história mais recente nos conta que ele foi, nos últimos cem anos, gradativamente reduzindo o seu tamanho. Não é a intenção aqui entrar na questão evolutiva dessa peça de vestuário. Nem tratar de diferenças regionais, tais como as que fazem com que os biquínis norte americanos sejam maiores que os brasileiros. Vamos nos centrar no momento presente, independentemente de onde estejamos. O leitor mais realista talvez logo pense: o biquíni é a mesma coisa que uma calcinha e sutiã, só que de lycra. Vamos nos apegar ao pensamento desse suposto leitor para desenvolver um raciocínio a respeito da sensualidade e do erotismo.
 As "boas maneiras" ocidentais ditam que as peças íntimas do vestuário feminino devam ser escondidas. Claro, nada tão rigoroso como em certas culturas orientais nas quais as mulheres não mostram nem o rosto. Aliás, nem um pouco rigoroso. Hoje em dia, principalmente entre as jovens, é comum ver aparecer alças de sutiã e cós de calcinhas. Em alguns casos, as roupas um tanto transparentes e em tons claros, levam o observador a ter "visão de super-homem" e a enxergar através da roupa da mulher. Saias curtas também revelam, em momentos de descuido, a cor da calcinha. Os homens são cultural e tacitamente ensinados a sentir, nessas ocasiões, um pouco de sedução, sensualidade e até mesmo erotismo. Esse sentimento pode variar entre os mais moderados até os mais fortes. Não vamos entrar nesse assunto, ficaremos no biquíni.
O leitor concordará comigo que seria um absurdo, talvez atentado ao pudor, uma mulher utilizar calcinha e sutiã para, por exemplo, tomar banho de sol na areia da praia. Mas por que isso? Muitas vezes, tanto biquíni quanto calcinha e sutiã, possuem o mesmo tamanho. Em alguns casos, o material de um é utilizado na confecção do outro. Então pergunto: por que, por exemplo, perceber em um descuido a cor da calcinha da mulher gera um sentimento de sensualidade (e, talvez, erotismo), o mesmo não acontecendo na situação da praia, em que a mulher veste biquíni? Se houvesse um "grau de nudez", na praia a mulher está muito mais nua. Esse fator isolado não garante a sensualidade e o erotismo da maneira como está sendo discutido aqui. Biquínis "minúsculos" são permitidos em área pública. O mesmo não acontece com calcinhas e sutiãs, mesmo sendo "enormes".
Da breve argumentação trazida aqui, somos levados a refletir que sensualidade e erotismo não dependem estritamente de fatores objetivos, tais como "grau de nudez". Existem diversos simbolismos envolvidos que fazem com que determinadas situações sejam sensuais. Uma mulher de biquíni na praia é uma situação normal. O mesmo não acontecendo com um mulher de calcinha e sutiã, mesmo que o tamanho e o material sejam os mesmos. O primeiro é uma "roupa de banho". O segundo é uma "roupa íntima". Sendo que os indivíduos enxergam no primeiro um determinado tipo de vestimenta e no segundo, um outro tipo. Mas o biquíni não é soberano. Possivelmente seria uma situação muito estranha uma mulher andando de biquíni pelas ruas da cidade (longe da praia). E isso nunca acontece? Claro que acontece. Nas noites de carnaval e próximo ao local de desfile das escolas de samba isso é muito comum, já que várias fantasias são elaboradas tendo como base esse vestuário. Então por que tal variação?
Os seres humanos, vivendo sob a égide da cultura, enxergam o mundo simbolicamente (sendo que isso os torna diferente dos animais). Tanto vestimenta, quanto espaço e tempo são percebidos de modo simbólico. Isso significa que, por exemplo, pode haver um biquíni igualzinho a um conjunto de calcinha e sutiã, mas o primeiro se usa na praia, e o segundo por baixo da roupa. O primeiro se usa no espaço da praia e não pelas ruas da cidade. A não ser que seja em um determinado tempo. Nesse caso, no "tempo" do carnaval. Seios a mostra em um desfile de carnaval pode parecer muito natural, o mesmo não acontecendo em uma praia. Dependendo da praia.
Se quiséssemos concluir, diríamos que sensualidade e erotismo são construídos culturalmente e, entre outras diversas situações, surgem em momentos de discrepância. Por exemplo, uma mulher usando uma saia e uma blusa com um decote ousado, em um ambiente formal, parecerá sensual, mas inadequado (aos mais conservadores). A mesma roupa também será inadequada no ambiente de praia (mas não às coreanas, que costumavam ir à praia vestidas "socialmente"). Mostrar um "pedacinho" da calcinha ou do sutiã é aceitável. Mas a mulher que ficar de roupa de baixo na praia encontrará problemas!
(Artigonal SC #2879921)
Postar um comentário

Google+