Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!

Quer comprar os famosos biquínis Salinas por apenas R$29,90 ? Clique na foto!
Clique na foto e seja levado à nossa loja com mais de 5.000 biquínis

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Muita coisa.


Tenho muitas gavetas, muitas portas, muitas chaves, muitas carteiras, carteirinhas, envelopes,folhas,cadernos,pastas,arquivos e senhas.
Cada vez que eu preciso de um documento,uma carta,um recibo,um bilhete, eu tenho que procurar as chaves das muitas gavetas, olhar em cada envelope que pode estar dentro de uma das muitas pastas.
Você pode pensar que eu sou um cara desorganizado. Em parte.
Mas quem como eu já viveu tantos anos, morou em tantas casas, fez tantos negócios, com tanta gente, certamente já pensou de muitas formas,arquivou documentos em muitas pastas, precisou tirar muitas cópias para juntar a  centenas de processos,requerimentos,plantas,assembleias e declarações de renda.
Quem como eu já viveu tanto, certamente já teve muitos aparelhos telefônicos, de TV,computadores,notebooks,calculadoras,aparelhos de som, de DVD e máquinas fotográficas. Muitas e muitas máquinas fotográficas.
Toda essa parafernália tem manuais para ensinar o funcionamento e porque deixam de funcionar. Tudo isso tem que ser guardado nas gavetas, armários, prateleiras, envelopes, caixas, caixinhas e caixotes.
Tenho um grande armário com muitas ferramentas. Muita gente precisa ter ferramentas para fazer pequenos serviços. Tenho muitas chaves de fenda, chaves Philips, alicates pequenos, médios e grandes, martelos,furadeira, brocas, e parafusos de todos os tipos e tamanhos. Todas as vezes que eu preciso de um parafuso ou porca não encontro o que sirva. Ou o parafuso é muito grande ou a porca é muito pequena. Aí eu tenho que ir comprar um do tamanho. Invariavelmente compro um monte deles, de vários tamanhos para quando eu for precisar. Pode ter certeza de que quando eu for precisar não os acharei.
Eu poderia ficar horas aqui escrevendo quanta coisa eu tenho, tive e terei e não encontrarei quando precisar.
Não vou falar dos números de documentos e senhas que qualquer mortal tem que ter para poder viver no mundo moderno. Ou morrer, de ódio quando trava o cartão na máquina do banco porque esqueceu a senha ou usou outra de outro cartão.
Tenho um monte de amigos e se eu continuar a escrever sobre o assunto arrisco a perder um, alguns, muitos ou todos.
Tudo isso é muita coisa para a minha cabeça.
E eu que pensei,quando mudei para o Guarujá em ter uma vida simples e calma...
Bem, vou continuar a procurar o filho da puta do adaptador da tomada  especial do I Pad.
Deve estar em alguma caixinha, dentro de alguma gaveta da porra de algum armário.
Postar um comentário

Google+